Os Deboístas estão chegando, voltando, resistindo

Com as bênçãos do Som na Agulha, boa sorte banda Os Deboístas, neste projeto.

Os Deboístas

Os Deboístas Direção e fotografia: Jéssica Amaral

Há tempos paramos para pensar, e todos nós sabemos como pensar é uma coisa deveras perigosa. Durante este quase curto-circuito neuronal imaginamos o que seria uma música que não existisse resistindo. Qual é a música que não inspira um movimento de resistência? E se ao invés de movimento existisse um anti-movimento, como Os Tribalistas, só que sem se acabar no próximo momento?
O Deboísmo inspira, com o seu de boas, algo que deveria estar estático, a preguiça é sua figura de adoração. O Deboísmo não passa de uma ironia, explico com todas as letras para que entendam, agora, os que não conseguiram interpretar. É lógico que não se está de boas sempre com a vida, com as pessoas, com a política, com a música. Mas há meios de resistir, ignorar certas coisas é uma delas, mas não é o único.


Os Deboístas aconteceram apenas…

Ver o post original 315 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s