Vem conhecer a Rua!

11822651_1020293047995650_2695536360811372578_n

Até agora não sei se foi paixão ou vislumbre. O fato é que quando Rua toca, todo o teu corpo, todos os teus poros, é tudo tomado por música. A melodia vai entrando na tua cabeça, a letra/poesia repetida incessantemente se incrustando em seu cérebro.

Quanto mais fundo confuso
Mais superfície me dano
As coisas são entre nós

Programa

A banda do Caio, do Yuri, do Hugo e do Nelson não é pra amadores. Na realidade, a Rua me parece mais uma entidade do que uma banda. É como se esses jovens senhores se fundissem em gozo musical e o orgasmo quem sente sou eu. Somos nós.

O afeto é a cola da memória
O sentido é um cavalo arisco
Quem é vivo salta o muro da escola
O velho cria-se no precipício

Ortopedia

Apesar de se classificarem como rock minimalista, pra mim a banda está muito mais pro psicodélico experimental do que qualquer outra coisa. As composições são existencialistas, se é que posso classifica-las assim. Fora as alegorias fantásticas! Em cada uma delas, um verso pra bater na sua cabeça e ficar ecoando por dias. Quiçá meses, como no meu caso.

Os pés são deuses do escuro
O que imagino febre
Quando dói verdade

Febril

Os dois álbuns, Limbo(2014) e Do Absurdo(2011) são verdadeiras operas. Te convido a ter experiências transcendentais ouvindo Rua enquanto anda de ônibus pela cidade chuvosa. Dropando, assistindo filmes mudos. Fazendo amor num banheiro escuro, sentindo afeto e som no toque. A música reverberando nas paredes frias da existência.

Só escuta. ESCUTA!

Ah! Os caras tão gravando Queda, o terceiro álbum que sai ainda esse ano. Acompanhe tudo no facetruque deles.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s