Doralinda

A musa do poeta exagerado. Cazuza fala de Doralinda com uma doçura melódica que nos faz pensar nela como uma mulher linda e encantadora, que possui uma beleza ímpar, que vai muito além da estética.

web
Foto: Anderson Timóteo
Modelo: Ana Beatriz Caldas

Liberdade, talvez essa seja a palavra que define bem a impressão que temos de Doralinda, sua alegria está em seus gestos, olhares, sorriso. Está sempre pronta para viver! Passear pelas ruas ou fazer uma viagem ao redor do mundo, num navio branco para ele é igualmente possível e interessante.

_MG_4631 web
Foto: Anderson Timóteo
Modelo: Ana Beatriz Caldas

Essa é a nossa musa que mais transparece seu compositor, esse seu ar alegre e despreocupada nos faz lembrar Cazuza e sua maneira livre de viver. Seu sorriso de menina e olhar de mulher nos faz compreender todo o exagero do poeta, que se mostra capaz de buscar a lua, até mesmo pintada de verde. Sua beleza e encanto faz despertar no compositor um amor que ele talvez nem tenha pra dar.

_MG_4785 web
Foto: Anderson Timóteo
Modelo: Ana Beatriz Caldas

Ouça Cazuza cantando Doralinda:

Direção e concepção: Jéssica Amaral
Fotografia: Anderson Timóteo
Modelo: Ana Beatriz Caldas
Produção de Moda: John Paulino
Figurino: Loja Q-Tem
Acessórios: Morana
Make up: John Paulino
Produção: Jéssica Lucena, Mariana Castro e Pedro Augusto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s